A gente não imagina o quanto nosso olfato é importante no nosso dia a dia. Um dos nossos sentidos mais aguçado, ele é muito poderoso, sem contar que o olfato e o paladar estão diretamente conectados. 

Quantas vezes não sentimos o aroma de uma laranja e salivamos?

O olfato é o nosso órgão mais primitivo e ainda não sabemos quase nada a respeito dele, mas os óleos essenciais atuam diretamente no nosso sistema olfativo proporcionando inúmeros benefícios. 

O óleo essencial é a matéria prima da Aromaterapia, é a energia vital da planta, sua essência, e ele vem nos ajudar a entender a “nossa essência”, a nos conectar cada vez mais com nós mesmas através do autoconhecimento e do auto cuidado. 

Mas afinal de contas o que é a Aromaterapia? 

A palavra Aromaterapia vem do grego “Arôma” (aroma, odor) e de “Therapeia” (terapia, cura). É uma técnica que nasceu na França nas primeiras décadas do século passado, e envolve a utilização de óleos essenciais com o objetivo de equilibrar a mente, o corpo e o espírito. Divide-se  em dois grandes sistemas: a Aromaterapia inglesa, que se fixou mais no emprego dos óleos essenciais para o bem estar, seja através da massagem, inalações ou tratamentos estéticos, e a Aromaterapia francesa  que além dessas abordagens abrange o emprego clínico dos óleos essenciais e seu uso como fitoterápico, abrangendo mais a parte científica dos óleos.  A aromaterapia é considerada um ramo da fitoterapia.     

Hoje já existem muitas pesquisas e estudos sobre os benefícios dos óleos essenciais, o que comprova cada dia mais sua eficácia  na nossa saúde física e emocional.

Mas não é por ser considerado natural que o óleo essencial não precisa de cuidados na utilização, deve ser usado com parcimônia e com o acompanhamento de um profissional que conheça de Aromaterapia e dos óleos essenciais. 

Apenas 1 gota de óleo essencial pode conter mais de 200 componentes químicos, que são ativos que podem nos ajudar sim, mas pode ser prejudicial se quem usa não entende exatamente o que é e nem como funciona e para que serve. 

Vou explicar um pouco como funciona quando entramos em contato com um cheiro ou um aroma. 

Para isso precisamos entender a diferença entre óleo essencial e essência, pois muitas pessoas ainda confundem um pouco os dois.

O óleo essencial é extraído de plantas, flores, resinas, frutas, cascas, sementes através de um processo de destilação, são considerados produtos naturais e tem benefícios terapêuticos.  

A essência é produzida em laboratório de forma sintética para imitar o óleo essencial, é feita com frações dos óleos e outros componentes químicos que podem ser alergênicos e não possuem efeito terapêutico.

Ambos trazem a memória olfativa e isso pode de alguma forma gerar uma emoção, mas o óleo essencial vai além da memória, ele traz o benefício terapêutico como disse anteriormente.  

Ao inalar um óleo essencial nossos canais olfativos mandam uma mensagem diretamente para o sistema límbico, a parte do sistema nervoso que é responsável pelas emoções. Nosso cérebro reage à isso, modificando nosso humor, trazendo alegria, equilíbrio, sensação de tranquilidade, atua nos nossos hormônios, pode ainda ativar o  hipocampo onde estão nossas memórias, trazendo lembranças boas.  

Tudo isso apenas com a inalação de um óleo essencial, através de uma experiência olfativa. Incrível não é mesmo?

Se você gostou, quero te falar que é só o começo, que a Aromaterapia é um mundo maravilhoso e perfumado, que pode despertar sensações e emoções que você nem imagina.  

Você quer saber mais? Então fica por aqui que logo te conto mais sobre esse universo.  

Solange Lima, é empreendedora na área de aromaterapia, terapeuta integrativa, perfumista natural.   

Presta consultoria em marketing olfativo para lojas e pequenos empreendedores, desenvolve produtos aromaterápicos e naturais para clínicas e spas. Ministra workshops e vivências sobre Aromaterapia. 

 

Atende em consultas online para todo o Brasil e exterior, ajudando pessoas a se conectarem consigo mesmas e trabalhar seu autoconhecimento. Especialista em aromaterapia e cromoterapia no Personare onde escreve sobre essas duas terapias integrativas. Atua nesse segmento há mais de 13 anos, sua formação anterior foi na área de tecnologia. Entretanto, em 2007, através de alguns trabalhos de autoconhecimento e cursos que participou por muitos anos, sentiu que teria que fazer essa transição de carreira. 

Descobriu que sua missão de vida era ajudar as pessoas a se conectarem com sua essência, a descobrir seus talentos, dons, entender melhor o que se passa com sua saúde emocional e trabalhar de forma preventiva em não adoecer, porque toda doença começa no campo emocional.  Se a mente está em equilíbrio o corpo tende a estar também.  

E-mail: falecomigo@solangelima.net 

Instagram: @solange_lima.terapeuta 

Deixe uma resposta

Quer ajuda? inicie um chat